Com pitadas de sabor e saber a Cáritas lança Cartilha com receitas tradicionais do sertão cearense

Cheiro de infância, o comer gostoso, memórias de nossas avós, história para contar. Todos estes elementos estiveram presentes no lançamento da Cartilha “Saberes e Sabores: memórias da culinária do Semiárido” realizado na quarta-feira, 06 de fevereiro de 2019, na Cáritas Diocesana de Crateús. A Cartilha tem como objetivo o resgate histórico e cultural através de receitas tradicionais do nosso sertão, valorizando nossa cultura e  tradição alimentar.

A Cartilha foi uma construção coletiva que começou nas aulas realizadas nas escolas acompanhadas pelo Projeto Contexto e culminou com a seleção de mais de 60 receitas compiladas nesta cartilha que traz, não só a cultura cearense, mas também o ser protagonista de cada família, aluno e aluna. Durante o lançamento ainda teve uma Palestra sobre alimentação saudável com Valdiana Ribeiro.

 

“As pessoas olham a cartilha e buscam sua cara. A Cartilha mostra isso, a busca do protagonismo, é uma cartilha do povo”, afirmou a organizadora e revisora da Cartilha, Gigi Castro. Além das receitas, a publicação traz dicas de preparação e alguns segredos de nossas avós. A publicação será distribuída nas 134 escolas acompanhadas pelo Projeto Contexto.

 “Saberes e Sabores” é uma resgate da cultura de nossas avós, da tradição cearense de comer bem e do que é produzido no nosso sertão. “A Cartilha é um resgate da cultura alimentar já esquecida, o resgate da comida de verdade”, concluiu Valdiana Ribeiro da Secretaria Municipal de Educação de Tamboril.

Elzineide de Sousa, da We World, expressou que a cartilha reverência o chão do sertão e toda a resistência do povo que aqui comi, vive e é feliz. “É memória das nossas avós, a cartilha valoriza o chão que a gente trabalha e pisa, faz memória das pessoas que passaram por nossas vidas, os sabores, é o comer gostoso”.

Ainda no lançamento da cartilha, as pessoas foram recebidas com um café da manhã tradicional cearense e para finalizar um almoço regado de histórias e tradição com pratos típicos retirados da publicação. A cartilha é uma realização da Cáritas de Crateús com apoio da União Europeia e We World e com parcerias da CISV, Resab, Pastoral do Menor, EFA Dom Fragoso, Esplar, Acace, Conselho Pastoral de pescadores (CPP) e Instituto Maria da Penha (IMP).

Por Anita Dias

Fotos: Anita Dias