56 MATRIZES OVINAS FORAM ENTREGUES À COMUNIDADE QUILOMBOLA DE QUITERIANÓPOLIS

Maria Auricleide e dona Antonia Ribeiro

Por Gina Sena, comunicadora popular da Cáritas Diocesana de Crateús

A comunidade quilombola de São Jerônimo, que fica a 26 km do centro de Quiterianópolis, foi a primeira do município atendida pelo lote 03 do Projeto Paulo Freire, a receber matrizes ovinas, ou seja, ovelhas reprodutoras.  Ao todo, foram entregues 56 animais, divididos para as 14 famílias beneficiadas com essa atividade produtiva. A proposta é melhorar a genética do rebanho e consequentemente a produtividade, na perspectiva de garantir segurança e soberania alimentar, além da geração de renda para essas pessoas.

“Estou recebendo hoje as ovelhas do Projeto Paulo Freire, me sinto muito feliz, esse foi um momento muito esperado”, partilhou a beneficiária Maria Oliveira de Macedo. O agente Cáritas, e técnico do projeto, Saymon da Silva Melo, acompanhou o longo processo de aquisição desses animais, desde a seleção criteriosa até a entrega na comunidade. “A dificuldade em selecionar animais dentro dos critérios, a Pandemia, o acesso prejudicado por causa das estradas destruídas pelas enchentes foram desafios grandes, mas conseguimos superá-los e chegar até a comunidade”. Se orgulha Saymon.

Gilberto Coutinho

O assessor produtivo Lucieudo Gonçalves também participou desse processo: “É gratificante conseguir superar as barreiras e entregar esse componente do Projeto que foi tão esperado pelos beneficiários”, pontua. Segundo ele, as famílias que desde o início assumiram o compromisso de participar das rodas de conversa, da construção dos apriscos e implantação das áreas de suporte forrageiro, sempre o fizeram com a expectativa de que um dia receberiam esses animais. “Agora a equipe se sente muito realizada em poder assistir de perto o sorriso e alegria desses agricultores e agricultoras”, conclui.

Editado às 15:36