Projeto Paulo Freire realiza oficina sobre Juventude e Saúde

Ontem, dia 19, foi realizada a primeira oficina sobre “Juventudes do Semiárido e Saúde”, uma ação do Projeto Paulo Freire em parceria com a Escola de Saúde Pública do Estado do Ceará. O objetivo do encontro foi dialogar com as juventudes rurais sobre a Covid-19 no campo, em defesa do SUS e da vacina gratuita para todas e todos.

Participaram cerca de 28 jovens, incluindo Ueslei Gonçalves da Silva, da comunidade de Barra dos Gonçalves, em Quiterianópolis, líder do grupo de jovens “Geração Consciente”, e Gabriel Ruan Pereira do Monte, da comunidade de Lagoa do Anjo, Parambu, membro do grupo “Jovens Anunciadores de Cristo”, ambos acompanhados pela Cáritas Diocesana de Crateús. Também teve a participação de técnicos e técnicas e da equipe do componente de capacidades do Projeto Paulo Freire; A Cáritas de Crateús foi representada por Daniela da Silva Cavalcante, agente Cáritas e assessora social. 

O primeiro momento, trouxe a escuta dos jovens quanto às suas vivências, anseios, perdas e aprendizagens durante esse período nas comunidades rurais. “Conversar com jovens que moram no território, foi enriquecedor, pois na maioria das vezes, através de jornais e televisão, conhecemos as situações das cidades, porém não sabemos o que está acontecendo no nosso Semiárido.”, relata Ueslei Gonçalves da Silva. Segundo ele, a pandemia está sendo um desafio para todos e todas, mas também está sendo um incentivo para cuidar mais da nossa saúde e para refletir sobre a importância da solidariedade nesse momento onde a crise financeira das famílias e os casos de depressão e ansiedade estão crescendo rapidamente. 

No segundo momento, se dialogou sobre o papel do SUS e como a juventude se relaciona com o Sistema Único de Saúde, como ele está presente nas comunidades e a sua importância na pandemia, especialmente para as famílias rurais. Segundo Ueslei foi um momento de pura aprendizagem e reflexão: “quando a oficina acabou, me deparei para pensar na importância do SUS para nossa sociedade e para todas as pessoas que não tem condições de ser atendido nos hospitais públicos ”.

Esse debate subsidiará a segunda oficina, agendada para o dia 02 de junho, com o objetivo da criação da campanha deste ano, dando continuidade às ações preventivas à Covid-19, a defesa do SUS e da vacina. A ação faz parte do Plano de Ação e Sustentabilidade de Juventudes no PPF 2021. O Projeto Paulo Freire é uma realização da Cáritas Diocesana de Crateús, com o financiamento do Governo do Estado do Ceará e do Fundo Internacional de Desenvolvimento Agrícola (FIDA).

Texto: Rones Maciel – ASCOM / SDA.