Segurança alimentar é tema da Educação Contextualizada em Nova Russas e Tamboril


No mês de fevereiro foram realizadas três formações para professores e professoras das redes municipais de Nova Russas e Tamboril com a temática Soberania e Segurança Alimentar e Nutricional. Foram beneficiadas/os educadoras/es dos polos Boa Esperança e Sucesso, em Tamboril e de todas as nove escolas acompanhadas em Nova Russas. Os estudos foram facilitados por Lucieudo Cavalcante, técnico agrícola e graduando em Engenharia Florestal pela Universidade Federal do Semiárido (UFERSA). A ação é parte integrante do projeto Educação Contextualizada no Sertão do Ceará, patrocinado pela Petrobras e do projeto Cisterna nas Escolas, financiado pelo Ministério de Desenvolvimento Social (MDS), desenvolvido pela Articulação do Semiárido Brasileiro (ASA). Ambos os projetos são executados pela Cáritas Diocesana de Crateús.

O objetivo era fornecer subsídios e elementos para aguçar nas/os educadoras/es beneficiadas/os a vontade de pesquisarem e se aprofundarem mais nessa temática, que servirá de tema gerador para a contextualização dos conteúdos das diversas disciplinas a serem trabalhadas em salas de aula. Ao final do bimestre, uma culminância será organizada em cada escola para expor não só aos familiares, mas para toda a comunidade o que as/os estudantes produziram à partir dos conhecimentos adquiridos não apenas em sala, mas também nas aulas de campo. Segundo a professora Luiza Nery, que exerce o ofício na comunidade Nova Betânia, essa metodologia de ensino provoca ainda mais toda comunidade escolar a se aprofundar sobre a realidade na qual está inserida. “Nós somos convidadas a ter consciência e fazer uso dela na prática”, pontuou.

Para o facilitador da formação, Lucieudo Cavalcante, é de fundamental importância discutir com a comunidade escolar a respeito de segurança alimentar, um assunto ainda mal aprofundado pelo grande público. “Para se ter uma ideia, só em 2010 foi inserida uma emenda à nossa Constituição com a garantia de alimentação à população brasileira”, argumentou, se referindo ao artigo 6º da Constituição Federal. Ele também recomenda a todas e todos apropriação da Lei Federal 11.346 (Clique no link e tenha acesso ao conteúdo da Lei), que cria o Sistema Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional – SISAN com vistas em assegurar o direito humano à alimentação adequada e dá outras providências. “Também é importante conhecer o site do Conselho Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional (CONSEA), órgão público que rege programas sociais dedicados a assegurar esse direito, no campo e na cidade.

 {gallery}form-02-14{/gallery}

Livro sobre Educação Contextualizada deve sair em agosto

Com a missão de sistematizar o projeto “Educação Contextualizada no Sertão do Ceará”, patrocinado pela Petrobras e realizado pela Cáritas Diocesana de Crateús, Gigi Castro, colaboradora deste site, reuniu-se com agentes Cáritas e representantes das secretarias municipais de educação dos municípios beneficiados para realizar a terceira etapa de oficina de sistematização para coletar informações e impressões com intuito de produzir um livro contendo a sistematização dessa experiência, a ser lançado em agosto desse ano.

“Na primeira vez eu escrevi sozinha, mas agora eu percebo ainda mais gente qualificada que pode e deve contribuir, por isso quero que vocês produzam [textos sobre a proposta] também”, orientou Gigi. Ela se referiu à primeira edição do livro “RETALHOS da experiência de Educação Contextualizada no município de Tamboril”, publicado em 2010, contando a experiência exitosa dessa maneira de viver educação nas escolas públicas do município ao qual faz menção. 

Gigi propõe jogos e brincadeiras para dinamizar oficinas

O livro será um material importante, não apenas como registro histórico, mas também como instrumento paradidático. Será a sistematização de muitos desafios, mas também inúmeras conquistas de um modelo de ensino público contextualizado, impregnado de sentido e verdadeiramente transformador, protagonizado essencialmente por educadoras, educadores, educandas e educandos não apenas das cidades de Tamboril, Nova Russas, Independência, Quiterianópolis e Ipaporanga, mas do Semiárido Brasileiro. 

Momento de compartilhar massagens, relaxamento importante antes de compartilhar conhecimentos